segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Gilberto Gil - Refavela (Álbum) [Exclusivo] [iTunes Match]

  
Lançamento:  1 de jan de 1977

Qualidade: iTunes Match + MP3

Gênero(s): MPB, Pop

Gravador/Selo: Warner Music


button_mp-kbps  button 
                   

Gilberto Gil:

"Em 77, eu fui participar do Festac, festival de arte e cultura negra, em Lagos, na Nigéria, onde reencontrei uma paisagem sub-urbana do tipo dos conjuntos habitacionais surgidos no Brasil a partir dos anos 50, quando Carlos Lacerda fez em Salvador a Vila Kennedy, tirando muitas pessoas das favelas e colocando-as em locais que, em tese, deveriam recuperar uma dignidade de habitação, mas que, por várias razões, acabaram se transformando em novas favelas.

"Para abrigar os 50 mil negros do mundo inteiro que para lá acorreram, tinha sido construída uma espécie de vila olímpica com pequenas casas feitas com material barato e um precário abastecimento de água e luz, que reavivou em mim a imagem física do grande conjunto habitacional pobre. Refavela foi estimulada por este reencontro, de cujas visões nasceu também a própria palavra, embora já houvesse o compromisso conceitual com o re para prefixar o título do novo trabalho, de motivação urbana, em contraposição a Refazenda, o anterior, de inspiração rural.

"A esses fatores se somaram outros, locais: a mobilidade, por vezes difícil, outras vezes facilitada, dos negros cariocas na relação morro-asfalto e o movimento da juventude black-Rio, que se instalava propondo novos estilos de participação na questão da negritude no Brasil e no mundo, com mais atividade cultural e absorção de elementos do discurso e da luta negra da América e da África.

"A dificuldade com que a história tem-se defrontado para proporcionar o verdadeiro resgate da cultura e da natureza dos negros, exatamente pela manutenção reiterada da sua condição paupérrima; a coisa da 'miséria roupa de cetim', da 'Belíngia' (Bélgica/Índia), esse binômio de disparidades - Refavela é sobre isso. A informação forte da música está nas duas primeiras estrofes; perto delas, o resto é ornamento."


"Preta Maria, Zé, João" - "'Preta Maria': Preta Maria e Maria, as minhas filhas e da Sandra (Preta é de 74, Maria, de 76; era pequenininha na época). A música 'antevê' José, meu filho, que nasceria em 91, e João, meu neto, em 90; 'Zé, João': brasileiros."


FAIXAS DISPONÍVEIS:



- Publicidade -

Previous Post
Next Post

Criador do Blog

0 Comments: